Dicas

Sua Clínica de confiança. Sua loja de estimação.

Aqui você encontra informações importantes para o bem estar do seu pet.


//
publicado em: fevereiro/2018

Animais Geriátricos

Com o avanço da alimentação animal, tratamentos, exames laboratoriais, cirurgias e medicina veterinária especializada, nossos grandes amigos tem vivido mais para nosso contentamento. Porém, com a chegada da idade mais avançada eles vão precisar de mais cuidados para que enfrentem esta fase de forma saudável.Os cães passam para a fase senil a partir de 8 a 9 anos de idade ocorrendo variações de acordo com a raça e porte, e os gatos em torno dos 9 anos. A partir dessa idade, uma série de transformações passam a ocorrer no organismo, relativas ao envelhecimento. A disposição para passeios e brincadeiras é menor, os períodos de descanso são maiores, a alimentação deve ser trocada, a formação de radicais livres é maior, talvez ocorram alterações na ingestão de água e micção, a imunidade já não é mais a mesma, alterações de pele e pelagem começam a ocorrer, tudo isso deve ser observado pelo proprietário e acompanhado pelo veterinário. Torna-se quase obrigatório o check up desse animal anualmente, pois há doenças como insuficiência renal por exemplo, onde as alterações clínicas são bastante sutis, e só o dono mais atento conseguirá percebê-las. Determinadas condições mórbidas são mais prevalentes em cães maduros, como a insuficiência renal já citada anteriormente, insuficiência cardíaca, diabetes mellitus, hipo e hipertireoidismo, artroses, calcificações em coluna vertebral, doenças autoimunes sem falar nas doenças neoplásicas (cânceres)só para citar alguns exemplos. E para tudo no que diz respeito a doenças, quanto mais cedo diagnosticadas, mais fácil de tratar e maiores as chances de cura ou controle, além da questão financeira também. O velho jargão "é melhor prevenir do que remediar" é totalmente válido. Às vezes ficamos bastante decepcionados quando recebemos em nosso consultório um animal senil e bastante debilitado, onde percebe-se claramente que não recebeu os cuidados necessários e o dono simplesmente pede para fazermos eutanásia simplesmente porque ele está "velhinho". Infelizmente para muitas pessoas o termo velhice significa doença, sujeira e trabalho. Assim, simplesmente abandonam um amigo que lhes serviu a vida toda.Todos envelhecemos! Não podemos ser prepotentes a ponto de achar que nosso envelhecimento será diferente daquele visto em nosso bichinho de estimação.Obviamente existem situações em que a eutanásia é indicada pois a situação de sofrimento é grande, mas sempre devemos decidir em conjunto, veterinário e proprietário, qual a melhor opção. É nossa obrigação zelarmos pela saúde de nossos animais para que eles possam ter um fim de vida confortável e feliz. Portanto observem, cuidem e amem os seus animais, pois cuidar de um filhotinho fofinho e roliço é fácil, mas um dia ele vai envelhecer e com certeza vai precisar de toda retribuição do amor e carinho que ele nos deu!

voltar